Escolha correta do tênis evita lesões

É importante saber que para cada tipo de atividade física existe um tipo ideal de calçado

Por Marisa De Lucia


A escolha por um calçado, na maioria das vezes, leva em consideração o preço, o modelo e a última tendência da moda. No entanto, poucos consumidores têm a preocupação de checar se o calçado é confortável e compatível com sua estrutura física.

E quando a escolha é por um tênis para a prática de uma atividade esportiva, essa preocupação deve ser ainda maior porque pode ocorrer alguma lesão, às vezes, de grave proporção.

Pelo fato dos modelos e preços variarem muito, as escolhas acabam comprometidas entre o belo design e o preço baixo, desprezando informações técnicas importantes sobre o produto, que muitas vezes os funcionários não sabem esclarecer.

Comprar tênis de ambulante agrava ainda mais o problema, uma vez que os tênis falsificados imitam os modelos originais com uma aparente perfeição, mas sem submetê-los a testes de garantia de qualidade. E um tênis inadequado pode provocar uma série de lesões nos ligamentos, coluna, joelho e calcanhares.
 
A Associação Americana para o Estudo do Pé e Tornozelo recomenda que a compra de um tênis seja feita no final do dia, porque os pés incham nesse período, e sempre usando as meias de sua preferência no momento de experimentar o tênis. Uma folga da largura de um dedo da mão entre o dedão e a ponta do tênis também é recomendada.

E lembre-se: um tênis resiste até 500 quilômetros. Se você pratica corrida diariamente é melhor que tenha dois pares de tênis para, alternando-os, prolongar seu tempo de uso.