Dicas de como controlar a ansiedade

É preciso estar atento para que ela não vire um distúrbio

Por Marisa De Lucia


A correria do dia-a-dia, o trânsito caótico, as contas para pagar, a perda de um ente querido, a espera por uma resposta, entre outros imprevistos, acabam gerando estresse e, portanto, causando ansiedade.

E com a ansiedade vêm a perda de apetite ou o apetite exagerado, o hábito de roer unhas, aquele friozinho na barriga e a tão inconveniente insônia.

site.jpg

O fato de sentir-se ansioso é até certo ponto normal, mas é preciso tomar o devido cuidado para que a ansiedade não se torne um distúrbio. Se você está com dificuldade para resolver um problema, procure um profissional para auxiliá-lo.

Uma boa dica para controlar a ansiedade é a respiração. De acordo com especialistas, você deve se posicionar de maneira confortável, inspirar pelo nariz, dilatando os músculos do abdome e expirar pela boca ou nariz, contraindo os músculos. Procure livrar a mente dos pensamentos, concentrando-se apenas na respiração e procurando relaxar todos os músculos do corpo.

São incontáveis as situações que geram ansiedade. Muita gente chega a tremer e a ficar com tensão muscular quando vai falar em público e até mesmo ficam desassossegadas quando uma simples ligação telefônica não é atendida no momento desejado. Nesses momentos, o ideal é respirar fundo, sentar e esticar as pernas, e procurar não pensar no problema.

Praticar alguma atividade física e fazer massagens são boas alternativas para relaxar. O ar puro da praia, ou do campo, também é uma boa opção de relaxamento. Costuma-se dizer que colocar os pés na terra descarregando energia funciona como um fio terra. Que tal experimentar?