Você sabia como surgiu o primeiro shampoo?

Inicialmente era chamado de produto de limpeza para cabelos

Por:Marisa De Lucia


Foi na Alemanha, em 1890, que se deu a criação de um detergente para limpar os cabelos. Mas somente depois da Primeira Guerra Mundial esse produto passou a ser oferecido comercialmente como produto para limpeza de cabelos.

Naquele período, antes da criação do tal detergente, as pessoas utilizavam os sabonetes para lavar os cabelos. O nome shampoo teve origem na Inglaterra e veio do hindu “champo”, que significa amassar ou massagear.

Mas não pensem que tinha tanta variedade como nos dias de hoje. Os shampoos, na verdade, eram muito parecidos. Todos eles continham em sua fórmula os tensoativos, ou seja, substância que altera a superfície de contato entre dois líquidos, provocando a limpeza do cabelo.

Untitled-1.jpg

O primeiro empresário a produzir shampoo industrialmente foi o americano John Breck, em 1930. Na época, eram comercializadas em grande escala somente duas linhas de shampoo, uma para cabelos secos e outra para cabelos oleosos.

Foi somente a partir do século XX que diferentes tipos de shampoo foram elaborados para cada tipo de cabelo. E para baratear o preço final do produto, é que começaram a partir desse período a produzir o shampoo através de produtos sintéticos.

A agenda do corpo

Saiba os melhores horários para praticar as atividades do dia-a-dia

Por:Marisa De Lucia


Você sabia que é bem melhor ir ao dentista na parte da tarde, quando a sensibilidade à dor é menor, e fazer a barba às 8h da manhã quando as plaquetas que levam à coagulação sanguínea são mais abundantes? E que participar de reuniões logo após o horário do almoço não é produtivo? Pois é, a agenda de nosso corpo nem sempre bate com os compromissos que agendamos no dia-a-dia.

Da escritora Jennifer Ackerman, o livro “Sex Sleep Eat Drink Dream” (Sexo dormir comer beber sonhar) traz os melhores e piores horários para praticar as atividades do dia-a-dia. Segundo a autora, se observarmos esse relógio biológico, instalado no hipotálamo, passaremos a respeitar mais as necessidades de nosso corpo e, consequentemente, viveremos melhor.

Sabendo ou não os que participam, o “happy hour”, por exemplo, é realizado no horário em que o fígado metaboliza melhor o álcool, isto é, por volta das 17h, 18h. Já, se for dirigir, esqueça os horários da 1h às 4h e das 13h às 16h, quando há mais chances de se cair no sono.

site.jpg

Quanto à fertilização, os níveis de testosterona atingem seu ápice às 8h, horário em que os homens estão mais estimulados para a atividade sexual. No entanto, o sêmen tem maior qualidade à tarde, com 35 milhões de vezes mais espermatozóides.

Já os exercícios devem ser praticados no final da tarde, quando as juntas estão mais flexíveis e as vias aéreas mais abertas, e é possível ganhar 20% a mais de massa muscular.

Portanto, repense seus horários!

A importância da água no organismo

Pesquisas apontam que a população não consome a quantidade necessária.

Por:Marisa De Lucia.


Todo mundo sabe que é necessário tomar pelo menos dois litros de água por dia para se manter saudável, mas ainda assim as pessoas insistem em não beber água, dizendo não gostar de água ou que se esquece de tomar. Embora a água seja fundamental para a saúde, muitas pesquisas apontam que a população não consome a quantidade necessária.

Somente compreendendo o papel dela no organismo é que passamos a entender porque a água é tão importante. Mais de 75% do nosso cérebro são compostos por água, assim como aproximadamente 80% do sangue e 70% dos músculos.

A água é responsável por regular a temperatura corporal; remover produtos indesejáveis do metabolismo; transportar nutrientes e oxigênio para as células; proteger as articulações; evitar a obstipação; reduzir o trabalho dos rins e fígado, ajudando a eliminar algumas toxinas do organismo; ajudar a solubilizar e permitir a utilização de vitaminas, minerais e outros nutrientes pelo organismo.

Untitled-1.jpg

Ingerir quantidades insuficientes de água pode causar a desidratação, que oferece risco à saúde, principalmente em crianças e idosos. Os sinais e sintomas de desidratação incluem cefaléia, dificuldade de concentração, fadiga e irritabilidade.

Um adulto perde cerca de 10 copos (2,4 litros) de líquido do organismo durante o dia através de suor, urina, fezes. Daí a quantidade ideal de copos de água para repor essa perda seria 10. Mas os alimentos sólidos também contêm água. Em uma dieta comum, os alimentos fornecem cerca de 3 a 4 copos de água por dia.

Você também pode ingerir parte da água através de outros líquidos como leite, sucos e sopas, mas deve tomar cuidado com o consumo de bebidas cafeinadas, álcool e refrigerantes.

Como ganhar uns quilinhos

A magreza excessiva pode trazer sérias complicações à saúde

Marisa De Lucia


Inúmeras são as propagandas de produtos que garantem a perda de peso em poucos dias, conquistando assim um corpo perfeito. Mas, e quem é muito magro e precisa ganhar uns quilinhos, o que deve fazer?

Ao contrário do que se pensa a solução não está em aumentar a ingestão de alimentos, porque dessa forma irá aumentar a porcentagem de gordura. A melhor maneira é ganhar massa muscular.

Por isso, o ideal é fazer uma dieta rica em carboidratos e proteínas, evitando a gordura. Suplementos alimentares, como os milkshakes hipercalóricos, também são recomendados, contudo, só a alimentação não é suficiente. É necessário também praticar exercícios físicos como musculação, optando por um trabalho de ganho de massa.

Antes de tudo, deve-se procurar um especialista, que irá medir a massa corpórea, e a partir dos resultados irá indicar a melhor dieta e a sequência de exercícios que deverão ser praticados regularmente.

site.jpg

Para saber se você precisa engordar, calcule seu IMC (Índice de Massa Corporal) dividindo seu peso pela sua altura multiplicada por ela mesma. Se o resultado for menor que 19, você pode se considerar um “magro excessivo”, ou seja, uma pessoa com peso deficiente.

IMC * = peso/altura x altura

Exemplo: 1.70 de altura e 50 kg

Multiplica-se a altura: 1.70 X 1.70 = 2.89

Peso 50/2.89 =

IMC = 17,30 (abaixo de 19)

A magreza pode ser causada por ingestão insuficiente de alimentos; mau aproveitamento pelo organismo do alimento consumido; excesso de atividade física; doenças debilitantes; distúrbios glandulares como hipertiroidismo; estresse ou ainda manifestações neuróticas acompanhadas de aversão à comida, ou seja, anorexia nervosa.

Não se esqueça de que seja qual for a causa, o baixo peso deve ser tratado, pois um IMC menor que 19 traz maior risco de mortalidade. A subnutrição acarreta infecções distúrbios endócrinos e até mesmo alguns problemas psicológicos.

Mas, lembre-se que para engordar não é preciso comer muito, mas comer alimentos calóricos. Talvez seja necessário complementar a alimentação com vitaminas. Daí a necessidade de se procurar a ajuda de um nutricionista.

Laranja faz bem para o coração

A ingestão de suco de laranja pode ajudar a reduzir problemas cardíacos
 

Por Marisa de Lúcia


Estudo realizado por pesquisadores do Grupo de Nutrição da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Unesp, Araraquara, comprovou que o consumo de suco de laranja aumenta a quantidade de substâncias no organismo, que protegem contra doenças cardiovasculares. O ideal, de acordo com o estudo, é manter o consumo regular de pelo menos um copo por dia.

Num período de três meses, a pesquisa investigou os resultados da ingestão diária de meio litro de suco em um grupo de 18 homens e 23 mulheres, de 30 a 60 anos de idade, sendo constatado aumento nos níveis de colesterol bom e diminuição do colesterol ruim e de triglicérides (moléculas de gordura) no sangue.

Segundo Thais Borges César, professora da FCF, ao aumentar o colesterol bom o indivíduo fica mais protegido contra doenças ateroscleróticas, ligadas ao entupimento de artérias cardíacas. Os resultados apontaram também que o consumo de suco de laranja ajudou a controlar a pressão arterial dos indivíduos.

Dois flavonóides cítricos presentes na fruta, a hesperidina e a naringenina, podem ser os compostos químicos responsáveis pelo efeito benéfico. Se isto for comprovado, a intenção é potencializar seus efeitos e produzir sucos enriquecidos.

O estudo é financiado pela Associação Laranja Brasil, entidade que reúne empresários da agroindústria ligada à exploração da fruta.